Conheça os principais tipos de grama do mercado

Existem diversos tipos de grama sendo comercializados no Brasil e também no exterior. No entanto, está página foi escrita com o objetivo de listar aqui somente as principais e te ajudar a quem sabe decidir pela que mais preenche a sua necessidade, realidade financeira atual, com as condições e características desejadas. Certamente pelo menos uma delas você já deve ter visto de perto ou até já adquiriu.

Grama Esmeralda

grama esmeralda

grama esmeralda não tem outros apelidos e é internacionalmente conhecida pelo nome de Wild Zoysia ou seja, Zoysia Silvestre apesar de seu nome cientifico ser Zoysia Japônica. Macia e resistente ao pisoteamento, as folhas da grama esmeralda são estreitas e médias, de cor verde-esmeralda e estolões penetrantes, que enraízam facilmente. Ela forma um perfeito tapete de grama devido ao entrelaçamento dos estolões com as folhas, dando grande beleza ao gramado. Dos tipos de grama, a esmeralda é ideal para jardins residenciais, áreas industriais, casas de praia e campo, playgrounds e campos esportivos, sempre a pleno sol.

Grama Batatais

grama batatais

grama batatais, conhecida como grama de pasto, e tem ainda outros nomes. Seu nome cientifico completo é Paspalum Notatum Fluegge, em alguns lugares, é também conhecida pelos nomes de Forquilha e Grama Mato Grosso. Uma das características marcantes desta grama é a facilidade com que é encontrada no Brasil, tanto que a natureza a incumbiu de servir de cobertura para os solos mais fracos, cuja função é filtrar a água e evitar a erosão.

Suas folhas são verde-claro, duras e ligeiramente pilosas. Entretanto, tem a vantagem de resistir bem às secas, ao pisoteio e às pragas e doenças. Apesar de sua resistência, a grama batatais necessita de muito sol. Quando “floresce”, precisa ser podada com mais frequência, para que o gramado não fique com uma má aparência. Dos tipos de grama, a batatais é indicada para beiras de rodovias e áreas públicas.

Grama São Carlos

grama são carlos

A variedade São Carlos, também conhecida como Grama Curitibana, tem o nome cientifico de Axonopus Compressus. Tem as folhas largas, lisas e sem pelos, com cor verde-escuro. A grama são carlos é uma planta estolonífera, ou seja, possui caules rastejantes e abundantes, que emitem de espaço em espaço, raízes para baixo e folhas para cima.

Esta variedade possui algumas vantagens: adapta-se bem tanto em áreas ensolaradas quanto semi-sombreadas. Seu crescimento é pouco intenso para o alto, o que proporciona um gramado bastante denso. É bastante resistente a pragas e ervas daninhas. Dos tipos de grama, a são carlos é indicada para jardins públicos e residenciais, áreas industriais e casas de campo, principalmente em regiões de clima mais frio.

Grama Santo Agostinho

grama santo agostinho

grama santo agostinho também chamada de grama inglesa. Seu nome cientifico é Stenotaphrum Secundatum. Suas folhas são lisas, sem pelos e possuem a largura e o comprimento médios. Também emitem estolões e possuem a cor verde-escuro. É a grama ideal para se plantar no litoral e áreas semi-sombreadas. Bastante rústica, resiste bem a pragas e doenças. Dos tipos de grama, a santo agostinho é indicada para regiões praianas, serranas e com alta umidade.

Grama Bermuda

grama bermuda

grama bermuda ou grama bermudas possui nome científico de Cynodon Dactylon. Em muitos lugares esta grama é conhecida com o nome de Tifton. Suas folhas são estreitas, de crescimento rápido e possui a cor verde vivo. Embora seja muito macia, tem alta resistência ao pisoteio e regenera-se rapidamente quando submetida a maus-tratos. Dos tipos de grama, a bermuda é mais indicada para playgrounds, campos de futebol, golfe, pólo, tênis e outros esportes.

Grama Coreana

grama coreana

Finalmente, a variedade Zoysia, mais conhecida como grama japonesa ou grama coreana. Seu nome científico é Zoysia Tenuifolia. Suas folhas são estreitas e curtas. Tem coloração verde intenso, estolões e raízes abundantes. Dos tipos de grama, a coreana é esteticamente a mais bonita e suas folhas são muito macias. Por estes motivos esta grama é indicada para os jardins orientais ou aqueles de desenhos delicados, que incluam forrações e arranjos de plantas ou vasos.

Como ter controle sobre plantas daninhas?

As plantas daninhas interferem no desenvolvimento da grama, causando prejuízos na produção. Competem por água, luz e nutrientes, exercendo, em certas vezes, inibição química. As práticas mais difundidas para o controle de plantas daninhas são: arranque manual, a capina, a roçada e por fim, o controle químico.

A grama é uma planta que apresenta boa resistência a vários herbicidas, quando aplicados antes de sua brotação e nas doses recomendadas. Atualmente, recomendam-se os herbicidas à base de glifosate, o mais conhecido é o Roundup.

controle químico consegue matar apenas alguns tipos de plantas daninhas, exercendo uma seletividade, não causando danos à cultura principal. Os produtos químicos podem ser aplicados usando-se conjuntos especiais de pulverização, que pode ser em barras, ou então, equipamentos infigureiduais, com bicos pulverizadores, acoplados em tratores, ou ainda, o pulverizador manual, facilmente de ser encontrado em lojas especializadas.

A capina manual através da enxada é um meio altamente eficaz no controle de plantas daninhas e ainda é amplamente utilizado na cultura da mandioca. Entretanto, com o alto custo da mão-de-obra braçal, este deixou de ser o método de controle mais econômico, apesar disso, é ainda de grande importância em várias regiões do Brasil.

O que é Erva daninha?

Erva daninha é o termo utilizado para descrever uma planta, muitas vezes, mas não sempre, exótica, que nasce espontaneamente em local e momento indesejados, podendo interferir negativamente na agricultura.

capinagem manual grama

Tanto em pré como em pós-implantação o sucesso da aplicação depende do conhecimento das espécies de plantas daninhas presentes, seu estádio de desenvolvimento, escolha do herbicida ou mistura mais indicada, condições ambientais, condições do equipamento e da sua calibração/regulagem. Em caso de dúvidas consulte um agrônomo ou profissional da área.

Qual praga é mais difícil de ser removida do jardim?

Existem figureersos tipos de pragas e plantas daninhas que podem infestar jardins e gramados, mas, sem dúvida a mais temida de todas é a “TIRIRICA”. Tiririca é aquela praga conhecida e odiada, invasora de hortas, jardins, pomares que às vezes os torna impróprios para qualquer cultura. Esse tipo de praga quando infesta um jardim, costuma dar muito trabalho para ser removida.

praga de jardim tiririca

Qual a melhor grama para jardim?

Um gramado bonito e bem cuidado é o desejo de todos quando se fala em jardins. Seja como for, muitos consideram o jardim como sendo uma agradável composição para uma paisagem, seja ela doméstica ou não. A grama no jardim se vincula as flores, as árvores e aos arbustos que o rodeiam, compondo uma espécie de plano de fundo que integra o conjunto.

De fato, as cores das flores parecem mais vivas quando circundadas pelo verde de um gramado, que tem a propriedade de “clarear” e abrandar os espaços entre as árvores e arbustos de um jardim. Por isso vale a pena investir pagando um preço justo em tipos de grama para jardim que corresponda as suas expectativas.

grama para jardim

Quais são os tipos de grama para jardim?

Outros imaginam o gramado como uma sala de visitas ao ar livre. Um lugar para as brincadeiras das crianças, piqueniques em família, banhos de sol, leitura e até mesmo como um tapete macio, para gostosos cochilos à sombra de uma árvore, além do seu uso para a prática dos mais variados tipos de esportes.

Quem sabe é a sua cor pacificamente, ou a textura uniforme, que conduz as pessoas a terem uma atração espacial por eles? De uma forma ou de outra, isso só será verdade se eles se apresentarem uniformes e verdinhos. Gramados mal cuidados são um quadro triste de se olhar. Passam imediatamente uma sensação de desmazelo e abandono. Felizmente, existem técnicas especiais para se produzir e manter a grama de jardim em boas condições.

tipos de grama para jardim

Segue abaixo os mais indicados tipos de grama para jardim:

Grama Esmeralda: Seu terreno possui incidência solar durante grande parte do dia? Pretende economizar e comprar com melhor preço? Se a resposta for sim, a grama esmeralda é sem dúvidas a melhor opção de grama para jardim.

Grama São Carlos: Seu jardim possui áreas sombreadas e a dificuldade de penetração de luz solar é uma realidade? Considere a grama são carlos como sendo a primeira opção para estas condições. E caso necessite de uma maior resistência em se tratando de pisoteio, a grama são carlos plus cumprirá esta função com excelência.

Grama Santo Agostinho: Sua cidade fica localizada próximo ao litoral? O solo sofre com grande umidade provinda das chuvas? Em regiões com estas condições, a grama santo agostinho irá desempenhar um melhor papel.

Grama Coreana: Se este jardim for compor um projeto paisagístico e não houver trafego constante, ou seja, pisoteio de pessoas, animais, veículos, etc… A grama japonesa também pode ser uma das opções de tipos de grama para jardim, tendo em vista seu alto valor estético para o paisagismo e que visualmente é de encher os olhos.

preço de grama para jardim